Postagens Recentes

Comentários Recentes

    Arquivos Recentes

    Autogestão: Projeto de uma Nova Sociedade
    Nildo Viana


    A palavra “autogestão” é relativamente nova e seu uso remete ao final dos anos 1960, durante a rebelião estudantil de maio de 1968 em Paris. Apesar de sua origem recente, o seu significado já havia sido desenvolvido, sob outros nomes, por diversos pensadores, tais como Marx e Bakunin (e os nomes seriam “comunismo” e “anarquia”, respectivamente).

    Esse é o significado da palavra que estaremos discutindo aqui. Por isso, autogestão aqui não se trata de controle de fábrica ou empresa pelos trabalhadores e sim um processo social geral, sem o qual tal controle nada significa.

    Nesse sentido, a autogestão é um projeto de uma nova sociedade. Nós vivemos na sociedade capitalista – marcada pela exploração, dominação, opressão, etc. – e ela é uma totalidade, na qual a base é composta pela relação de exploração que a classe capitalista – os patrões – exerce sobre a classe proletária – os trabalhadores. Para essa exploração existir e se reproduzir sem que os proletários se rebelem, precisa criar um conjunto de instituições (sendo o estado capitalista a principal destas instituições, mas universidades, partidos, sindicatos, igrejas, etc., são outros exemplos), ideias falsas (encobrindo a exploração, o papel dessas instituições, etc.) visando conter os trabalhadores e impedir uma revolução social. Ela se distingue radicalmente da sociedade feudal (Idade Média) e da sociedade escravista (Idade Antiga), pois a exploração, do Estado, das instituições, da cultura, assumem formas extremamente diferentes. Assim, a autogestão é também radicalmente diferente da sociedade capitalista (bem como da escravista e feudal), mas a diferença é ainda mais radical, pois estas três formas de sociedade são baseadas na existência de classes sociais e exploração. A ruptura da autogestão com a sociedade atual é muito mais radical, pois abole o capital (a exploração), o Estado, diversas instituições, etc. e instaura um mundo de liberdade e igualdade, promessa antiga que nunca foi cumprida.

    A autogestão é um projeto de uma sociedade autogerida. Em sentido amplo, autogestão significa autogoverno, uma relação social na qual não há dirigentes e dirigidos, mas todos, coletivamente, se organizam e agem sem hierarquias. A luta pela autogestão existe desde o surgimento do capitalismo, seja como projeto, ideias (desde o socialismo utópico, passando pelo anarquismo, marxismo, etc. até chegar ao comunismo de conselhos, situacionismo, etc.), experiências históricas (desde a Comuna de Paris, de 1871, até as revoluções inacabadas da década de 1910 e 1920, até as mais recentes tentativas como na Argentina em 2001) e só existe como projeto e experiências por ter agentes sociais para colocar isso em prática, o proletariado e o conjunto dos demais trabalhadores e setores oprimidos na sociedade atual. A classe proletária, através de seu movimento grevista (e formas de auto-organização que emerge nesse momento, como o comitê de greve), avança na compreensão da sociedade e na forma de organização e assim cria sua associação que é o embrião de novas relações sociais. No próprio processo de luta, o proletariado desenvolve sua consciência e perde ilusões, desenvolve sua solidariedade e formas de auto-organização, e assim criam os embriões de uma nova sociedade. Quando o processo de greve passa a ser de ocupação ativa das fábricas, lojas, etc. emergem os conselhos de trabalhadores que marcam um esboço de autogestão, que ao se ampliar e generalizar, constitui a autogestão social. É um processo de luta, pois a classe capitalista e o Estado, seu principal aparato repressivo, buscam impedir e somente com a destruição do capital (“propriedade privada”) e do Estado, esse processo será vitorioso e a emancipação humana e individual estará completa.


    Artigo publicado originalmente em: Jornal Perspectiva Autogestionária, Ano 01, num. 01, Agosto de 2012. Disponível em: http://movaut.net/perspaut1.pdf [Site do Jornal Perspectiva Autogestionária: http://movaut.net/jornal/]

    Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

    Leave a Reply